Fazer o donwload da totalidade de um website utilizando wget

O Wget é uma poderosa ferramenta para descarregar ficheiros utilizando os protocolos HTTP, HTTPS e FTP.
Para descarregar a totalidade de um site basta correr o seguinte comando:

wget –mirror –adjust-extension –page-requisites –execute robots=off –random-wait –convert-links –user-agent=Mozilla http://www.website.com

wget

Tagged with:
Publicado em Linux, Shell

Mostrar um Ficheiro PDF utilizando PHP

Com este excerto de código pretende-se exemplificar um método de mostrar um documento pdf numa página web.

<?php
  $file = 'caminho_para_a_pasta' . $_GET["nome_do_ficheiro"];
  $filename = $_GET["nome_di_ficheiro"]; /* Nota: Utilizar sempre .pdf no final. */
  header('Content-type: application/pdf');
  header('Content-Disposition: inline; filename="' . $filename . '"');
  header('Content-Transfer-Encoding: binary');
  header('Content-Length: ' . filesize($file));
  header('Accept-Ranges: bytes');
  @readfile($file);
?>

Créditos da Imagem: Bull3t Hughes

Tagged with: ,
Publicado em Programação, webdevelopment

Passagem de variáveis num URL

Frequentemente é necessário passar variáveis entre duas páginas web. Eis como fazê-lo utilizando PHP:

Certamente já reparou que certos endereços web são semelhantes este:

site.com/page.php?id=12345

Os caracteres que se seguem ao ponto de interrogação são uma HTTP Query String. Uma Query String contém as variáveis bem como os seus valores. Neste exemplo a variável “id” tem o valor de “12345”.
Para receber a variável, dada a página page.php, utilizamos a seguinte sintaxe:

page.php?id=12345

E seremos capazes de receber o valor da variável “id”.

Exemplo:


<html>
  <head>
    <title>Query string</title>
  </head>
  <body>
    <?php
      // Valor da variável id
      "<h1>O valor é  " . $_GET["id"] . "</h1>";
    ?>
  </body>
</html>

Várias variáveis no mesmo URL:

É possível passar várias variáveis no mesmo URL utilizando o separador “&”.

teste.php?nome=manuel&idade=45

Para receber as variáveis utilizamos:

$_GET["nome"]
$_GET["idade"]

Exemplo:

<html>
  <head>
   <title>Query string </title>
  </head>
  <body>
    <?php
      // Valor da variável “nome”
      echo "<h1>Olá " . $_GET["nome"] . "</h1>";

      // Valor da variável “idade”
      echo "<h1>Você tem " . $_GET["idade"] . " anos </h1>";
    ?>
  </body>
</html>

Créditos da Imagem: Bull3t Hughes

Tagged with: , , ,
Publicado em Programação, webdevelopment

Lançado o ddrescue 1.19

Foi lançada a versão 1.19 da ferramenta de recuperação ddrescue. O ddrescue é um poderoso software de código aberto que copia dados de um ficheiro ou bloco para outro resgatando os dados em bom estado em caso de erros de leitura. Esta versão 1.19 oferece uma variedade de novas opções. Além disso a licença foi alterada para a GPLv2 ou posterior.

homepage | download

Tagged with: , ,
Publicado em Linux, Software

Alterar a entrada por defeito no Grub

O GRUB é o boot-loader que gere o arranque dos vários sistemas operativos instalados na máquina. Por vezes pode ser necessário alterar o sistema operativo que arranca por defeito ou o tempo de espera do menu do GRUB. Para tal precisamos realizar os seguintes passos:

1 – Abrir o terminal

2 – Fazer login como super-utilizador

su

3 – Abrir o ficheiro de configuração do grub

gedit /etc/default/grub

4 – O ficheiro será semelhante ao seguinte:

GRUB_DEFAULT=0
GRUB_HIDDEN_TIMEOUT=0
GRUB_HIDDEN_TIMEOUT_QUIET=true
GRUB_TIMEOUT=10
GRUB_DISTRIBUTOR=`lsb_release -i -s 2> /dev/null || echo Debian`
GRUB_CMDLINE_LINUX_DEFAULT="quiet splash"
GRUB_CMDLINE_LINUX=""

Aqui segue uma breve explicação das opções disponíveis:

GRUB_DEFAULT=3

Refere-se ao numero da linha do menu de entrada que irá ser carregado por defeito. Notar que a primeira linha corresponde ao número 0 (zero). Neste caso o sistema a ser carregado será o que se encontra na 4ª linha do menu.

GRUB_HIDDEN_TIMEOUT=0
GRUB_HIDDEN_TIMEOUT_QUIET=true
GRUB_TIMEOUT=10

Mostra o menu do grub durante 10 segundos. Findado este tempo arranca o sistema operativo correspondente ao indicado na linha 1 do ficheiro.

Para mais informações:
http://www.gnu.org/software/grub/

Tagged with: , , , ,
Publicado em grub, Linux

Como utilizar um dispositivo para fazer o debugging de aplicações Android

Recentemente tive algumas dificuldades em fazer com que o meu Sony Xperia Miro fosse reconhecido pelo Eclipse para fazer o debug de aplicações. Aqui apresento a solução:

No SDK do Android vem incluído um emulador que nos permite correr as aplicações que estamos a desenvolver. Esta é uma ferramenta muito útil pois permite emular uma grande variedade de configurações de hardware mas tem as suas limitações: é muito lento e não é possível testar algumas particularidade do nosso hardware, tais como os acelerómetros, bússolas, sensores de GPS, etc.

Para tal necessitamos de testar as nossas aplicações num dispositivo real. Aqui segue a explicação de como adicionar o nosso dispositivo Android à lista de dispositivos:

1 – No nosso dispositivo activar a depuração Usb: Read more ›

Tagged with: , , ,
Publicado em Android, Linux, Programação

Instalar o Java Runtime Enviroment no Debian Wheezy

Aqui apresento uma forma alternativa de instalar o Java Runtime Enviroment

1 – Abrir o terminal e entrar em modo de superutilizador:

 Read more ›
Tagged with: , ,
Publicado em Debian, java, Linux, Personalização, Programação, Sistemas Operativos, Wheezy